Pular para o conteúdo principal

Alienação fiduciária

Sandro Souza | 27/01/2021 | 07:00

Alienação fiduciária em garantia, é uma espécie contratual destinada à compra e venda de bens imóveis ou de bens móveis.

Sua característica essencial é o fato de o devedor fiduciante (indivíduo que recorre a essa modalidade de financiamento para obter o bem desejado) transferir ao credor fiduciário (pessoa ou instituição financeira que concede o financiamento) a propriedade do bem que pretende adquirir, até que haja o pagamento completo da dívida.

Durante o curso do financiamento, o devedor pode apenas usufruir do bem e utilizá-lo para o fim a que se destina (seja moradia ou locomoção, por exemplo), mas sem ter direito de propriedade sobre ele, ao passo em que o banco credor se torna o verdadeiro proprietário e dono do bem financiado até o final do parcelamento. Tal característica é extremamente importante para a compreensão do funcionamento dessa espécie de contrato, e, muitas vezes, passa despercebida por quem busca esse tipo de negociação para adquirir a casa própria.

Ao fim do prazo de financiamento, caso o devedor consiga quitá-lo integralmente, a propriedade do bem é transferida ao mesmo pelo banco ou instituição financeira.

Quer saber mais sobre isso? É só mandar um e-mail para sanapso@gmail.com

Corretor de Imóveis | Consultor de investimentos 
Crecisp Segunda Região 187.292-F | E-mail: sanapso@gmail.com 
Fone: +55(11)4399-3797 | Móbile/Whatsapp +55(11)99656-0142 
Mídias sociais: @sanapso
*********************************************************************************
Consultoria, Representação e Negócios
Financiamento | Home Equity | Consórcio
E-mail: info@dtpdata.com
Fone: +55(11)4399-3797 | Móbile/Whatsapp: +55(11)94197-6228
Mídias sociais: @dtpdata

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

O que é Multipropriedade?

Sandro Souza | 10/04/2021 | 11:00 Primeiramente, é preciso entender que quando falamos em fração imobiliária, o assunto se divide em dois conceitos diferentes: fraction e time sharing. Sendo assim, você sabe o que significa ter um imóvel compartilhado? Multipropriedade é o regime de condomínio em que cada um dos proprietários de um mesmo imóvel é titular de uma fração de tempo, à qual corresponde a faculdade de uso e gozo, com exclusividade, da totalidade do imóvel, a ser exercida pelos proprietários de forma alternada. Diferente do time-sharing a multipropriedade da direito a escritura pública. O tempo de uso para cada comprador fica definido de acordo com a fração de sua participação na compra.  Fraction No modelo fraction o cliente é detentor da propriedade, ou seja, tem o direito ao título do bem, além de todos os direitos inerentes ao imóvel, podendo até mesmo vendê-lo e lucrar com a sua valorização. Na prática, os integrantes de um grupo de fraction têm, de fato, uma fração do o

INCC - Índice Nacional de Custo da Construção

Sandro Souza | 18/09/2021 | 11:00 O INCC possibilita o pleno acompanhamento da evolução dos preços de materiais, serviços e mão-de-obra mais relevantes para a construção civil. Este índice é utilizado como indexador nos contratos de compra e venda de imóveis na planta. O INCC se define de maneira mensal pela Fundação Getúlio Vargas , aferindo-se ao aumento dos custos de insumos que se empregam as construções habitacionais que são financiadas. Esse índice está entre os três componentes do Índice Geral de Preços (IGP), sendo assim, correspondem a 10% de sua composição. O Índice Nacional de Custo da Construção (INCC) foi o primeiro índice desenvolvido para monitorar a evolução dos preços de materiais, serviços e mão-de-obra destinados a construção de residências no Brasil. Além de se um dos índices componentes do Índice Geral de Preços (IGP) do FGV IBRE, o INCC continua sendo, mais de 70 anos depois, um dos mais importantes indicadores de preços para o seu segmento. Na década de 50, sua

Portabilidade de crédito

Sandro Souza | 21/01/2021 | 18:41 Você  sabe o que é portabilidade de crédito? De uma forma bem simples é quando você troca a taxa de juros de um financiamento. Esta operação pode ser feita com um imóvel, trator, carro, ou até mesmo com o crédito pessoal. Um exemplo é quando as taxas de juros do seu banco estão maiores do que as da concorrência. Com a portabilidade de crédito, é possível transferir a dívida para outro banco. E dessa forma, você consegue diminuir os juros. Quer saber mais sobre isso? É só mandar um e-mail para sanapso@gmail.com Sandro Souza Corretor de Imóveis | Consultor de investimentos  Crecisp Segunda Região 187.292-F | E-mail: sanapso@gmail.com  Fone: +55(11)4399-3797 | Móbile/Whatsapp +55(11)99656-0142  Mídias sociais: @sanapso ********************************************************************************* DTP Data & Solution  Consultoria, Representação e Negócios Financiamento | Home Equity | Consórcio Home: www.dtpdata.com E-mail: info@dtpdata.com Fone: +